09.12 Congresso de Psicanálise “Rotas da Escravidão”, realizado em Cabo Verde, entusiasmou os participantes

Rotas de Escravidão – IV Congresso de Psicanálise em Língua Portuguesa

Mindelo – Cabo Verde – 15 a 17 de novembro

 

Tema desafiador, local inquietante, pois foi de e em Cabo Verde que se organizaram as rotas do tráfico de escravos africanos para as Américas.

Como escrevemos em uma de nossas divulgações: “É um convite para nos inquirirmos sobre as rotas traçadas pelo desejo filicida e incestuoso do senhor sobre esse estrangeiro, que traz na negritude da sua pele a marca da diferença, que estranhamente revela as semelhanças. Tempo de propor novas cartografias para traços de memória da experiência de gerações anteriores, rompendo com as ideologias escravocratas, que proliferam assustadoramente tanto nos países colonizados como nos colonizadores no universo de países de língua portuguesa”.  

Realização que alcançou pleno sucesso e entusiasmo dos participantes.

Para nós brasileiros, colonizados estrangeiros, representou o grande impacto de reviver a história como testemunhas da volta impossível a um passado que era história aprendida na escola e que se presentificava no contato com colegas descendentes vivos desse passado apenas aprendido. Para os cabo-verdianos, o impacto do encontro com esses colonizados e colonizadores estrangeiros que se presentificavam como resultado da história que os construiu. Para os portugueses, o estranhamento que a condição de não mais colonizadores parecia custar-lhes descolar de suas peles.

No jantar festivo de encerramento um pouco dessas feridas foram curadas pela alegria que agora podia mostrar-se no congraçamento desses três grupos coirmãos.

Vejam as fotos e preparem-se para o V Congresso de Psicanálise em Língua Portuguesa 2020 que será no Brasil.  

 

Leda Herrmann, diretora de Comunidade e Cultura 

Anette Blaya Luz, presidente da FEBRAPSI

Pela Comissão Brasileira do Congresso