01.02 FEBRAPSI se solidariza com as vítimas da tragédia ocorrida em Brumadinho

O trágico rompimento da barragem de Brumadinho traz dores e inunda a todos com sentimentos de tristeza, desamparo e desesperança. A Federação Brasileira de Psicanálise – FEBRAPSI, em nome de todas as suas federadas e dos membros que as compõem, manifesta seu pesar e solidariedade aos familiares, colegas de trabalho, amigos e, também, à comunidade, atingida em suas vidas, em vários níveis do seu dia a dia.  

A experiência nos mostra que eventos como esses causam feridas de difícil cicatrização. Essas  pessoas perderam seus filhos, cônjuges, familiares, suas casas e seus sonhos e nenhum valor material poderá ressarcir o que lhes foi arrancado. Sabe-se que este tipo de trauma segue atingindo os envolvidos por anos ou mesmo por toda a vida. O aumento da morbidade e mortalidade dos sobreviventes e demais envolvidos direta ou indiretamente, apesar de ser a ponta visível das consequências do trauma, por si só, não mostra todas as limitações, inclusive para as gerações futuras. 

Avaliação das responsabilidades, julgamentos e punições adequados, indenizações justas, medidas preventivas e adequações legais são questões básicas e imprescindíveis. Contudo, só os cuidados com as dores da alma podem devolver o sentido de um viver digno e satisfatório para as vítimas e, eventualmente, os responsáveis pela tragédia.

A Febrapsi coloca-se à disposição como interlocutora para discutir medidas e intervenções que possam diminuir a dor do momento e prevenir limitações futuras.

 

Diretoria da FEBRAPSI

 

 

foto de capa: Reprodução/Mídia Ninja