22.12 Na estreia, projeto “Cursos Virtuais” da Febrapsi reuniu participantes de 10 cidades

A FEBRAPSI lançou no sábado, 15/12, o projeto Cursos Virtuais, cujo objetivo é alcançar psicanalistas de núcleos e grupos com acesso geográfico mais restrito às atividades oferecidas pelas Sociedades, e ainda profissionais sem acesso às entidades federadas. 

Transmitido por videoconferência do programa Zoom, o projeto possibilita que, de algum lugar do país, um colega se disponha a fazer uma exposição online de algum tema, assistida simultaneamente por psicanalistas de várias sociedades e grupos de estudo. O apresentador e os participantes têm em suas telas a imagem de todos os expectadores. A experiencia é de estar bem próximo de um auditório virtual, onde se vê o apresentador e também a plateia.

Este primeiro curso, piloto, foi apresentado pelo psicanalista Ignácio Alves Paim Filho, diretor científico da FEBRAPSI e membro titular e professor da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Porto Alegre (SBPdePA). Discorreu sobre o tema “O Inconsciente – uma introdução às Conferências”, mais especificamente, a origem do Inconsciente na obra de Freud, salientando a peculiaridade deste conceito na clínica psicanalítica, e sua diferença da ideia de Inconsciente já existente entre os filósofos e escritores. Ele considerou que o Inconsciente, em psicanálise, está ligado a outras três noções: a noção de repressão, a de pulsão e a de sexualidade infantil. Assim, Inconsciente, repressão, pulsão e sexualidade infantil constituem os quatroshibollets (elementos originais identificatórios) da psicanálise clássica. E inauguram o Inconsciente não apenas como o “não consciente”, mas como constituindo-se em um sistema próprio, o sistema Inconsciente, em que predomina o processo primário, como apresenta Freud em 1915 nos artigos metapsicológicos. A peculiaridade do acesso ao Inconsciente pela imagem, os sonhos, também foi evocada – a figuração e a representação. 

Após a apresentação de Paim, a aula foi aberta aos participantes para perguntas e comentários. 

No encerramento, a presidente da FEBRAPSI, Anette Blaya Luz, agradeceu a participação dos colegas, localizados em 10 cidades do Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste, e avaliou que a FEBRAPSI pretende alcançar, com os cursos virtuais, um de seus mais importantes objetivos, o de divulgar e difundir a psicanálise no Brasil e ampliar o leque de atuação aos profissionais sem acesso às suas federadas.

Os interessados poderão assistir em breve a gravação do curso que será disponibilizada no youtube da FEBRAPSI.